Enquanto você briga na igreja...

    Já sabemos que somos diferentes uns dos outros e que essas diferenças em muitos casos são difíceis de viver harmoniosamente. Hoje, eu te convido por alguns instantes a tirar foco dos problemas que rondam sua igreja, seu trabalho para que seus olhos foquem em situações que podem estar acontecendo ao seu lado, mas você pode ainda não ter se dado conta...

Enquanto você briga na igreja, existem milhares e milhares de crianças, jovens, adultos e idosos sendo mortos em guerras pelo mundo, existem choros e noites mal dormidas, desespero e dúvida se conseguirão levantar no dia seguinte.

Enquanto você briga na igreja, existem deputados e senadores confabulando contra o bem estar do povo, existem empresários arruinando empresas que, por lei, deveriam dar assistência social, Existem políticos criando leis torpes para abafar leis mais graves.

Enquanto você briga na igreja, existem milhares de crianças em abrigos e orfanatos espalhados por todo o estado do Rio, que ainda estão esperando doações para começarem a estudar. Crianças com falta de um abraço e de um olhar encorajador.

Enquanto você briga na igreja, existem jovens sendo usados pelo tráfico para carregar mercadoria. Em troca é prometido dignidade na favela, respeito e uns trocados para ajudar no sustento da casa.

Enquanto você briga na igreja, tem um menino no centro de Nilópolis de bermuda surrada, magro, sem camisa, com um maço de cigarro na mão e um olhar perdido, como de um homem adulto que já enfrenta inúmeros problemas.

Enquanto você briga na igreja, grita por respeito e tenta impor seu status, o amor vai se esfriando, o IDE vai desmoronando e milhares e milhares de pessoas, perdidas, desorientadas e sem esperanças se entregam ao caos do mundo sem acreditar que o Messias voltará.

É passado o tempo de sairmos dos muros da congregação e atingirmos com amor quem está do lado de fora, seja com uma conversa, uma ajuda em dinheiro, uma mão estendida, um sorriso, uma doação, um abraço, uma oração.

É passado o tempo de vivermos o IDE com nossas atitudes. Eu não preciso viver colado e ser BFF de alguém que não tenho afinidade. O amor ao próximo vai além de abraços, beijinhos e afagos nos irmãos, ele chega no papel de me colocar no lugar do outro e mesmo que eu não seja intimo, mesmo que não concorde com algumas atitudes, vou estar disponível para o ajudar quando precisar.

É passado o tempo de rompermos com as correntes de infantilidade que nos cercam e invadir o mundo com o mesmo amor com o que fomos recebidos para a vida, Cristo está voltando e que não seja preciso Ele colocar as pedras para falar em nosso lugar!


"Eu digo a vocês", respondeu ele; "se eles se calarem, as pedras clamarão."Lucas 19.40
Enviar um comentário

Mensagens populares