Você não é insubstituível

      Olá meu povo, tudo na paz?! Essa semana demorei muito para escrever no blog, foram tantas emoções rsrs Um dos motivos da minha ausência é que estou terminando meu livrooo *.* Siiiim, eu estou fazendo um livro e eu particularmente gosto muito de lê-lo (kk) Mas para a felicidade geral da nação estou aqui hoje, animada para mais um tema.
     Essa semana quero falar sobre uma síndrome que tem tomado conta da nossa geração, e hoje eu quero desmitificá-la um pouco aqui,a Síndrome do Insubstituível.
   Durante muito tempo vimos as pessoas duvidando de sua capacidade, duvidando do seu potencial e achando que não teriam valor algum, então começou um movimento nos mostrando que não somos a bactéria do cocô do cavalo do bandido, somos amados do Pai, filhos de Deus, Eleitos do Senhor.
    Sim, somos tudo isso, Deus nos ama e nos perdoa, com sua infinita misericórdia nos coloca debaixo de suas asas e nos amou tanto que nos deu seu filho unigênito, fez com que Jesus viesse a terra, assumindo a forma humana para que seu sangue fosse derramado para nos dar uma nova chance de vida eterna.
    Ate aí, ok! Todos sabemos do seu infinito amor e já entendemos o quanto Deus nos ama, o problema todo é quando nossa auto-confiança ultrapassa os limites estabelecidos por Deus e nos achamos tão importantes que pensamos que nada pode nos deter, nada inclusive as leis de Deus!

     Passamos então, a nos sentir fortes como um super-herói e não nos damos conta que só somos merecedores de todo esse amor por conta da infinita misericórdia de Deus.
    Por termos em nós a ideia de que somos insubstituíveis, passamos a criar exceções para as regras estabelecidas por Deus, passamos a questionar de forma desrespeitosa nossos líderes e a bater de frente com eles.

   Não que seja errado você ter uma opinião contrária do seu superior, mas a forma como você fala rege todo o final dessa conversa; Passamos então a nos igualar com líderes, pastores, obreiros, bispos, ou seja lá o cargo nomeado em sua igreja, e nos achamos no direito de afrontar e ditar nossas próprias regras, afinal, Deus nos ama e somos insubstituíveis para Deus. Por isso me revolto contra a minha igreja, saio, falo mal mesmo, e sei que Cristo continua me amando, esse tem sido o pensamento da maioria dos evangélicos,

   Precisamos entender que Deus gosta de ordem e as hierarquias foram impostas pelo próprio Deus, afim de que o povo seja instruído por alguém enviado por Ele.

   Não estou querendo dizer aqui que não temos direito de discordar de alguma coisa ou que é errado trocar de denominação, mas quando fazemos tudo isso porque achamos que só nossos pensamentos estão corretos, está na hora de acender a luz vermelha e prestar atenção em nosso comportamento.
 
   Na bíblia temos dois exemplos de poder que se adaptam ao texto de hoje, primeiro temos Saul, um rei ungido por Deus, mas que por se achar experiente demais e bom demais achou que não precisava obedecer a Deus ao pé da letra e por esse motivo não executou as ordens que lhe haviam sido estabelecidas. Saul não obedeceu a Deus por se achar.

1- Importante demais, insubstituível como rei. ( veja a história em 1 samuel 15.14-23)

  E após ver a decisão errada que tomou, jogou a culpa para cima do povo, tentando inocentar-se diante de Deus.

"O imaturo rejeita a responsabilidade pelo que faz. Não toma postura e coleciona culpados, vira acusador e ainda espera encontrar alguém que apoie e acredite nessa vitimização, mesmo que seja preciso mentir pra isso." - Bianca Toledo

   O segundo caso que podemos adaptar aqui é o da rainha Ester, que mesmo sendo rainha, reconheceu a autoridade maior do seu marido,o rei, orou, jejuou e se preparou para entrar na presença do rei.( Ester 4. 15-16)
    Lembrando que Ester só se tornou rainha, porque a antiga rainha de nome Vasti, se achou importante demais acima das leis e recusou uma ordem do rei ( Ester 1.12)


   Por esse motivo, acredite no amor de Deus por você, mas não se ache insubstituível. tema ao Senhor e busque obedece-lo, pois a obra precisa continuar, com ou sem você, queira ser como um vaso de honra e humilde como Ester,  que por meio de sua humildade e fé em Deus salvou toda uma nação.

   E quando estiver diante de uma decisão a ser tomada, lembre-se, quero ser como o rei Saul ou a rainha Ester?



E vós, irmãos, não vos canseis de fazer o bem.

Mas, se alguém não obedecer à nossa palavra por esta carta, notai o tal, e não vos mistureis com ele, para que se envergonhe.
Todavia não o tenhais como inimigo, mas admoestai-o como irmão.




Enviar um comentário

Mensagens populares